5 de janeiro de 2015

Portas elétricas são testadas em seis ônibus de Curitiba


Um sistema com portas elétricas no lugar do mecanismo pneumático está sendo testado em seis ônibus da Rede Integrada de Transporte de Curitiba. A vantagem é que o modelo elétrico é mais “limpo” e evita o desgaste de algumas peças. De acordo com a Urbs, os testes ocorrem em quatro veículos articulados, um biarticulado e um padrão. Não há custos para o sistema com essa experimentação. Se comprovada a eficácia do modelo, esse sistema deve entrar no manual de especificação do órgão e passar a ser exigido para os novos ônibus que serão adquiridos na renovação de frota.
Testes
Os testes começaram há dois anos em um veículo, mas desde setembro de 2014 foram instalados em mais carros. De acordo com Elcio Karas, gestor da área de tecnologia de transporte da Urbs, há uma preocupação em ter um sistema eficiente e que traga segurança ao usuário. “Todo e qualquer sistema elétrico tem uma resposta mais eficiente e é mais confiável que o sistema pneumático, que tem outras possibilidades de falha”, diz.
Ele explica que o sistema pneumático, de compressão de ar, já apresentou problemas relacionados ao frio. Geadas muito fortes prejudicaram o funcionamento de alguns carros, pois havia congelamento de óleo. O sistema elétrico é eficiente e alimentado pela própria bateria do veículo – o que também pode eliminar o sistema de compressor dos veículos.

O Botão do Whatsapp só funciona em dispositivos móveis

Digite o que deseja e aperte enter para procurar