13 de setembro de 2013

O que é um busólogo?

O termo Busólogo não consta em nenhum dicionário. A palavra surgiu no Brasil por intermédio do engenheiro Hélio de Oliveira, designer de ônibus e ex-funcionário da extinta fábrica de carrocerias Thamco. Como admirava seu trabalho com os ônibus, coletava todo material possível que estivesse relacionado a ele, Hélio fundou em abril de 1979 o CDO (Clube do Design de Ônibus). O CDO é uma entidade civil formada por colecionadores e admiradores de carrocerias. Em 1986 os colegas de Hélio na Thamco começaram a chamá-lo de busólogo. Do apelido surgiu o nome para sua paixão: Busologia. 
A Busologia não é uma ciência, e sim uma espécie de hobby ou passatempo um tanto complexo, ainda mais levando em consideração que muitos cultivam esta preferência desde criança e dificilmente sabem explicar o motivo. De acordo com relatos de busólogos, existe uma teoria de que quando a criança frequenta muitos terminais e garagens, desenvolve um interesse maior no assunto. Quem desenvolve esta afeição aos ônibus, sempre fica receoso com a opinião dos outros. Muita gente pode ser considerada Busólogo, mas não tem coragem de assumir que gosta de colecionar coisas como bilhetes de passagem e fotos de ônibus velhos e acabados. Ninguém toma a Busologia como profissão, os Busólogos basicamente se interessam em obter informações e colecionar todo e qualquer material relacionado ao universo do ônibus: fotos, brindes, cartazes, revistas, livros e informações em geral – registrando assim, a evoluçõo do transporte coletivo. Mesmo se tratando de um hobby, quem o exercita o faz com muita seriedade. Tanto é que muitas empresas reconhecem e apoiam os busólogos, inclusive acatando suas sugestões e pedidos. A busologia abrange as seguintes áreas: Modelos de carroceria, chassis e motores e sua evolução ao longo da história; Fotos e miniaturas para coleção.



Fonte: Desconhecida

O Botão do Whatsapp só funciona em dispositivos móveis

Digite o que deseja e aperte enter para procurar